Cursos

logoCMA

 

A partir de uma abordagem teórica e prática, o Curso Comunicação & Meio Ambiente oferecerá ao aluno a oportunidade de desenvolver ou de aprimorar a percepção analítica e crítica sobre a questão ambiental, com o objetivo de que esta possa servir à rotina do profissional da Comunicação ou à de qualquer outra pessoa que tenha interesse nas áreas abordadas.

Considerando que a busca por soluções para os problemas ambientais exige a participação direta e efetiva da sociedade, considerando que os meios de comunicação são fundamentais para que os cidadãos se apropriem das informações e dos conhecimentos necessários para que esta participação se torne possível e eficaz e considerando que o profissional da Comunicação, inclusive como cidadão que tem especial capacidade para a formação de opinião, é elemento chave no processo de disseminação destes conhecimentos e destas informações, este curso se apresenta com bastante valor socioambiental.

O ponto de partida é o estudo sobre fatos representativos da forma como o ser humano evoluiu ao longo da História, considerando a maneira de perceber e de se relacionar com o meio ambiente, com o outro e consigo mesmo. Em seguida, serão abordados termos e conceitos utilizados na área ambiental e serão apresentadas as principais organizações governamentais e não governamentais que atuam no setor, no âmbito internacional, nacional, do estado de Minas Gerais e do município de Belo Horizonte. Na etapa seguinte será feito o estudo específico sobre a história do ambientalismo, a partir dos anos 1950, quando o movimento começou a se tornar mais próximo da sociedade, a partir de quando começa a se construir um discurso inteligível fora do espaço técnico/científico . De posse destas informações, será iniciado o estudo da comunicação voltada para as questões ambientais, abordando: o marketing ambiental; o uso da comunicação no gerenciamento de crises e na apresentação pública de empreendimentos impactantes; o discurso ambiental na mídia. Nesta etapa, o aluno será convidado a observar como a mídia se relaciona com a causa ambiental, considerando os diversos meios, e a apresentar as próprias impressões resultantes destas observações. Este estudo dará ensejo ao workshop que terá como proposta de resultado a elaboração de um documento que registre as conclusões, as impressões e as contribuições dos participantes do curso sobre os temas analisados. Este documento será enviado às principais organizações relacionadas ao meio ambiente, em todos os níveis – internacional, nacional, do estado de Minas Gerais e do município de Belo Horizonte.

 

Público alvo

  • estudantes e profissionais da Comunicação;
  • qualquer pessoa que tenha interesse nas abordagens apresentadas.

Carga horária: 24h (distribuídas em seis aulas de 4h cada).

Início:  4 de outubro de 2014 (a confirmar).

Término: 1º de novembro de 2014 (a confirmar).

Horários: de 13h00 às 17h00, aos sábados.

Material didático: será fornecida apostila em formato PDF com o conteúdo do curso.

Certificação: haverá certificação.

Local

Associação dos Moradores do Bairro Anchieta (Amoran) – Rua Itapema, 162 – Bairro Anchieta  (linhas de ônibus: 4111 e 2103)

 

 

Inscrições: ainda não estão abertas; para cadastro prévio envie e-mail para cursos@sintese.biz

 

Cronograma (a confirmar)

Dia 04/10:

  • Apresentação do Curso (30 minutos);
  • Introdução à questão ambiental (30minutos);
  • História I (3h00).

Dia 11/10:

  • História I (2h00);
  • Termos e conceitos ambientais (2h00).

Dia 18/10:

  • Organizações (2h00);
  • Legislação ambiental (2h00).

Dia 25/10:

  • História II (3h00);
  • Comunicação e Meio Ambiente (1h00)

Dia 1º/11:

  • Comunicação e Meio Ambiente (4h00).

Dia 08/11 :

  • Workshop (2h00 de debates/2h00 elaboração do documento final).

Programa 

  1.  Apresentação do curso (30 minutos): síntese sobre o conteúdo e sobre a capacidade do instrutor.
  2. Introdução à questão ambiental (1h30): uma visão geral sobre as formas como a questão ambiental é apreciada pela sociedade, pelo Poder Público, pelas nações e pelo setor privado, considerando os aspectos econômicos, sociais e ecológicos.
  3. História I (5h00): partindo da Pré-história da humanidade e chegando até o início do século atual, será feita a observação de fatos relevantes que são representativos da forma como o ser humano evoluiu, considerando a maneira como este percebe e se relaciona com o meio ambiente natural, como o meio ambiente criado, com a sociedade, com os seus pares sociais e consigo mesmo; esta etapa visa sensibilizar o aluno com relação à forma peculiar como a raça humana evolui, considerando a importância da percepção e do conhecimento nesta forma de evoluir.
  4. Termos e conceitos ambientais (2h00): serão apresentados termos e conceitos técnicos, científicos ou do jargão utilizado pelas pessoas que atuam no setor ambientalista que, ocasionalmente, podem dificultar a compreensão de informações; será apresentada bibliografia específica sobre o tema.
  5. Organizações (2h00): serão apresentadas as funções, as competências e as importâncias das inúmeras organizações governamentais e não governamentais que se relacionam diretamente ou indiretamente com a questão ambiental, no âmbito internacional, nacional, mineiro e belo-horizontino, revelando o emaranhado de siglas que muitas vezes escondem estas organizações.
  6. Legislação ambiental (2h00): serão apresentadas as principais leis internacionais, federais, estaduais de Minas Gerais e municipais de Belo Horizonte que regulamentam a questão ambiental e os demais temas a ela relacionados.
  7. História II (3hoo): será feito um estudo sobre o ambientalismo a partir dos anos 1950, quando o movimento começou a se aproximar da realidade social, chegando aos tempos atuais, quando as várias temáticas relacionadas ao meio ambiente são abordadas comumente, muitas vezes de maneira equivocada; neste estudo, também será apresentada a evolução da Educação Ambiental, desde o pensamento ecológico até o entendimento socioambiental.
  8. Comunicação e Meio Ambiente (5h00): esta etapa do curso fará a observação das formas de utilização dos valores ambientais como argumentos de marketing nas campanhas publicitárias e de posicionamento das empresas no mercado, incluindo a abordagem institucional destes valores inclusive para público interno; também será observada as formas de utilização da comunicação na administração de crises ambientais e na implantação de empreendimentos impactantes; com a participação ativa dos alunos, será feito um levantamento sobre a forma como a mídia se relaciona com a causa ambiental, observando a publicidade e a propaganda, os programas de televisão, o jornalismo em suas várias formas, a literatura e o cinema.
  9. Workshop (4h00): durante duas horas, os alunos debaterão as próprias impressões, as conclusões e as possíveis contribuições concernentes à questão ambiental colhidas ao longo do curso e que possam ser apresentadas à sociedade, ao Poder Público, às instituições e ao meio empresarial sobre como os profissionais e os meios de Comunicação podem se tornar mais eficientes e proativos na disseminação de informações e de conhecimentos que sejam capazes de mobilizar os atores sociais – sobretudo o cidadão – em torno de ações que sejam capazes de promover uma melhor postura individual e coletiva diante do meio ambiente e da sociedade e de promover a melhora na qualidade de vida das pessoas, aliada à melhora da qualidade ambiental; o resultado deste debate servirá à elaboração de um documento que será encaminhado às diversas organizações governamentais e não governamentais que, pelos próprios alunos, durante os debates, serão consideradas relevantes.

 

Investimento

  • R$230,00 para pagamento a vista, via depósito bancário.
  • R$270,00 em até cinco pagamentos, via Pag Seguro, com cartão ou boleto.

 

foto Professor: Carlos Alberto Rocha

Carlos Alberto é jornalista, graduado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelo Uni/BH, com especialização em Educação Ambiental pelo Senac Minas. É diretor da Síntese Comunicação e Educação Socioambiental por meio da qual atende às diversas demandas de comunicação e de educação socioambiental apresentadas pelos setores público e privado e pela sociedade civil. Há 12 anos, coordena as atividades de comunicação e educação socioambiental da Organização Ponto Terra , Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) sediada em Belo Horizonte reconhecida pelas importantes realizações na área ambiental que a credenciaram a ser a representante da sociedade civil da Região Sudeste brasileira no Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama), representação que também exerce junto ao Conselho de Política Ambiental do Estado de Minas Gerais (Copam) e no Conselho de Meio Ambiente de Belo Horizonte (Comam). Como jornalista, foi responsável pela assessoria de comunicação de várias instituições, com destaque para o Conselho Regional de Química de Minas Gerais (CRQ/MG) e do Sindicato dos Profissionais da Química de Minas Gerais (Sinproqui/MG). É editor do jornal Comunidade Ativa de jornalismo cívico, da Associação dos Moradores do Bairro Anchieta (Amoran), que circula na região Centro-Sul de Belo Horizonte. Dentre os vários trabalhos realizados por Carlos na área socioambiental cabem destaque para:

  • Programa de Comunicação Social e Educação Ambiental Meio Ambiente Um Passo a Mais, no processo de licenciamento ambiental das indústrias de ferroligas instaladas no município de Pirapora/MG (Liasa, Minasligas e Inonibras), com 18 meses de duração, com alcance de público interno (funcionários das empresas) e público externo (população dos municípios de Pirapora e Buritizeiro) totalizando cerca de 80 mil beneficiados;
  • Programa de Comunicação Social e Educação Ambiental Meio Ambiente Um Passo a Mais, no processo de licenciamento ambiental das indústria de autopeças Autoforjas Ltda., instalada em Sete Lagoas/MG, com 12 meses de duração, com alcance de público interno (funcionários das empresas) e público externo (população dos município residente no entorno da indústria), totalizando cerca de 10 mil beneficiados;
  • Programa de Comunicação Social e Educação Ambiental Meio Ambiente Um Passo a Mais, no processo de licenciamento ambiental das indústria de recicladora de óleo lubrificante Petrolub Industrial de Lubrificantes Ltda., instalada em Sete Lagoas/MG, com 12 meses de duração, com alcance de público interno (funcionários das empresas) e público externo (população dos município residente no entorno da indústria), totalizando cerca de 5 mil beneficiados;
  • Programa de Educação Ambiental Pampulha Numa Boa – Coleta Seletiva, um passo a mais, implantado sob o patrocínio da empresa D’Paschoal adquirido a partir de seleção nacional e realizado em cinco escolas de ensino fundamental da região da Pampulha, com duração de 12 meses;
  • treinamento de cerca de 250 funcionários da área de distribuição de energia elétrica da Cemig Distribuidora S/A em gestão de resíduos gerados na atividade, ministrado em todas as regionais da empresa, nos municípios de Barbacena, Governador Valadares, Montes Claros, Formiga, Uberlândia, Varginha e Belo Horizonte;
  • auditoria sobre o programa de Educação Ambiental da Indústria Votorantim Metais e Zinco S/A, no município de Três Marias/MG;
  • consultoria na implantação da coleta seletiva de recicláveis para o município de Pirajuba/MG, incluindo a elaboração do Programa de Comunicação e Educação Socioambiental voltado para a geração de resíduos e reciclagem;
  • idealização, organização e realização de dezenas de seminários, ciclos de palestras e workshops da Ponto Terra;
  • produção, reportagem, direção, apresentação e edição dos programas de televisão Ecologia e Cidadania, Ecologia e Cidadania Repórter e Ação Urbana, exibidos em TV aberta, TV a cabo e stream, sob a responsabilidade da Ponto Terra.